Dúvidas? Ligue (47) 3121-7500

Benefícios

  • As tecnologias atuais nos permitem aumentar exponencialmente a quantidade de informações no mundo e, agora, empresas, governos e outras instituições precisam saber lidar com esta "explosão" de dados.
  • O CIE (Central de Inteligência Estratégica) da Aporte realiza esta tarefa, uma vez que as ferramentas usadas comumente para gestão de dados, por si só, já não podem fazê-lo satisfatoriamente.
  • Com a Aporte toda e qualquer informação pode ser encontrada, analisada e aproveitada de acordo com cada necessidade.
  • Através do sistema Aporte governos, prefeituras, secretarias, fundações e autarquias podem elaborar seus próprios painéis para acompanhamento, controle, previsão e antecipação de gastos, investimentos mais eficientes e muito mais em várias áreas.

Na Prática

  • Antecipar demandas e necessidades através da interpretação das informações, monitorar movimentos geográficos como migração e êxodo em determinada região, identificar e monitorar áreas de risco, cadastrar e acompanhar epidemias, antever ações de acordo com as características da população, etc.

  • Possibilita a identificação de padrões sociais, econômicos e pessoais de alunos com dificuldades de aprendizado, através de notas e avaliações, e tratar de forma diferenciada estes indivíduos ou região...

  • Além da visão gráfica, territorial e georreferenciada, é possível acompanhar o planejamento em formato de mapas estratégicos, utilizando o conceito de BSC. É possível analisar o mapa estratégico e a visão gráfica ao mesmo tempo, facilitando o entendimento e a tomada de decisão.

  • Controlar e detectar pagamentos em duplicidade ou indevidos para secretarias e autarquias antes que eles ocorram, evitando o desvio de verbas, improbidade administrativa, etc.

  • Com a ajuda da geolocalização é possível acessar câmeras e mapas e monitorar áreas com uma grande população ex-carcerária, talvez mais propensa a cometer novos crimes, identificar pontos (ruas, bairros, etc) com problemas estruturais que possibilitem a ocorrência de crimes como ruas sem iluminação pública, presença ou não de câmeras de segurança, postos policiais, etc.

  • Através de aplicativos que podem ser desenvolvidos ou adaptados para fazer denúncias de vários tipos, seja de crimes, estabelecimentos comerciais, órgãos e servidores públicos, entre outros. A população poderia ajudar a fiscalizar ações e obras do governo.

  • Possibilidade de análise e interpretação de dados climatológicos como monitoramento de nutrientes do solo, tábua de marés, previsão de cheias, alterações de temperatura, entre outras aplicações. Esses dados facilitam na definição das medidas a serem tomadas para evitar problemas como alagamentos, estiagens, etc.